Explorar. Inspirar
Artigo 16 abr 2020

De antecipar crises a revelar oportunidades

60

Nas semanas de confinamento do COVID-19, as redes sociais e de mensagens transbordaram por interações, enquanto as marcas tentavam encontrar sua própria voz. Quase todas se debateram entre as ameaças do oportunismo, a necessidade de relevância e a vontade de contribuir para a sociedade.

Somente aquelas com um objetivo compartilhado com seus stakeholders, mas também com um perfil mais claro de quem eram promotores ou defensores de sua marca, sentiam-se confiantes o suficiente para responder com sucesso à crise desde o início.

Elas sabiam que suas propostas alcançariam pessoas que as defenderiam contra detratores. E sabiam disso porque estavam ouvindo suas expectativas há muito tempo, entendendo suas motivações e fazendo parte de suas redes de influência.

Vimos isso em empresas em que seus líderes estavam acostumados a expor suas ideias e posições nas redes sociais, como a Microsoft de Satya Nadella ou a Telefónica de José María Álvarez-Pallete. E também, nas empresas que baseiam seus modelos de negócio na análise constante das necessidades de seus clientes, como fazem Inditex ou Mercadona.

Todas elas são marcas acostumadas a ouvir, a filtrar as informações relevantes e se concentrar no que gera valor compartilhado. E todas elas, entre outras, se destacaram por sua resposta exemplar à crise do coronavírus.

Como descobrir estratégias vencedoras entre o barulho das redes

Esta segunda parte dos “Cinco desafios da comunicação pós-digital” trata dessa maneira de ouvir e analisar dados. O desafio que se refere à urgência de evoluir em direção à escuta revela oportunidades além das crises entre as massas de dados digitais. Uma necessidade premente em um contexto como o atual, mais digitalizado do que nunca; e também, ainda mais volátil, incerto, complexo e ambíguo.

BAIXAR
Iván Pino
Sócio e Diretor Sênior Global da Área Digital
Pino é jornalista, formado em Ciências da Informação pela UCM, com mestrado em Sustentabilidade e Responsabilidade Empresarial pela UNED-UJI. Ele possui 20 anos de experiência em Comunicação e Reputação Corporativa, especializando-se em Comunicação Digital. Além disso, é coautor de “Claves del nuevo Marketing. Cómo sacarle partido a la Web 2.0” (2009, Gestión 2000) e também foi editor do primeiro e-book em espanhol sobre comunicação em redes sociais: “Tu Plan de Comunicación en Internet. Paso a Paso” (2008). Além disso, ele é orador e professor do Mestrado em Comunicação Corporativa e Institucional da Universidade Carlos III e Unidad Editorial, e do Mestrado de Comunicação Corporativa e Publicitária da Universidade Complutense de Madrid.

Queremos colaborar com você

Qual o seu desafio?

Quer fazer parte da nossa equipe?

Quer nossa participação no seu próximo evento?