Argentina 11 mar 2015

América Latina: mudanças ante a continuidade de 2014

Ao fazer um balanço do que ocorreu na América Latina em 2014, descobrimos que as mudanças parecem se impor à continuidade. Nos últimos anos, a região viveu uma autêntica revolução que afetou tanto o modelo econômico, social e de desenvolvimento, como o modelo político predominante, e que veio, além disso, acompanhado de profundas mudanças culturais.

No panorama político-eleitoral, este foi o primeiro de um novo ciclo na região: no âmbito social, houve a irrupção e consolidação das classes médias, assim como uma mudança de rumo nas mobilizações indígenas, com uma agenda muito mais extensa e interesses mais amplos; no religioso, a diversificação se impõe à tradicional homogeneidade vinculada ao catolicismo; no campo das infraestruturas, a América Latina está descobrindo a oportunidade que apostar nelas representa para a consolidação de seu avanço em direção ao desenvolvimento integral; e, quanto à tributação, está diminuindo a lacuna existente entre as receitas fiscais e as despesas.

Esta compilação de relatórios regionais mostra a situação atual de uma América Latina que encara um panorama onde as mudanças se sucedem de forma evidente. Apresenta-se diante de nós uma região em constante mutação, muito mais complexa, com maiores tensões e reivindicações das classes médias e dos setores populares onde as mudanças, tanto no campo social como econômico, se impõem de maneira taxativa à continuidade.

Jorge Cachinero, Diretor Corporativo de Inovação da LLORENTE & CUENCA

Quere saber mais?
Artigos
    Especialidades
      Profissionais

        Queremos colaborar com você

        Qual o seu desafio?

        Quer fazer parte da nossa equipe?

        Quer nossa participação no seu próximo evento?